Sobre a campanha

O Movimento de Saúde Popular na América Latina lança a Campanha pela transformação e descolonização dos sistemas de saúde da região.

A América Latina vive momento histórico crítico e não está alheia à crise que o mundo enfrenta devido à mudança climática, à crise energética, às guerras, à insegurança alimentar e ao aumento da exploração e das desigualdades, entre muitas outras. Também enfrentamos as consequências da pandemia de Covid-19, que teve efeitos devastadores sobre as comunidades diante de governos que não deram uma resposta eficaz e adequada.

O aumento das tensões sociais tem levado a mudanças na agenda pública e demandas populares por justiça social, pelo Bem viver, por igualdade e equidade, por um modelo econômico justo e sustentável, mas também pela construção de sistemas de saúde públicos, únicos, universais, integrais, soberanos e solidários, e contra a mercantilização da saúde.

Com esta campanha, o MSP procura mobilizar a sociedade para criar propostas concretas e influenciar a tomada de decisões e a geração de políticas públicas que transformem sistemas de saúde privatizados, comercializados, segmentados e injustos em sistemas de saúde públicos, universais, equitativos e interculturais, garantindo o cuidado integral à saúde e resgatando o direito à saúde como um direito humano fundamental. garantido por um Estado e uma sociedade que promovem não apenas a equidade social, mas também suas próprias tradições culturais em saúde, em oposição às políticas de privatização do grande capital.

O objetivo é gerar convergência, debate e ação política entre setores da sociedade civil a fim de construir uma agenda comum para a transformação dos sistemas de saúde na América Latina. Com as imagens e vozes das lutas populares para construir sistemas de saúde públicos, universais, abrangentes, solidários, eqüitativos e interculturais. Tanto as mensagens quanto o conteúdo desta campanha serão apresentados em espanhol, português e inglês para alcançar um amplo público na América Latina e além dela. Esta campanha tem uma “Caixa de Ferramentas” para facilitar sua divulgação.

De 19 a 25 de novembro, em Salvador da Bahia, Brasil, será realizado o Congresso da Associação Brasileira de Saúde Coletiva – ABRASCO, do qual participará o MSP organizando o Encontro pela transformação e descolonização dos sistemas de saúde na América Latina além de dois painéis científicos.